segunda-feira, 8 de setembro de 2008

Memórias – (Carta ao meu Padrinho W.)




Templo da natureza
Sinto-me plena de presenças benignas!



Querido padrinho, não poderia imaginar que o meu caminho fosse trocar. Percebo que na vida não escolhemos nossos caminhos, mas somos escolhidos, guiados, conduzidos ao caminho que nos leva a cumprir alguma missão.

Você está bem vivo em minha memória, meu querido padrinho, sempre tão generoso! Perto de você vivi tempos de minha mocidade, momentos ricos de nossas vidas, e mesmo que aqueles anos tenham sido sofridos materialmente, dentro da espiritualidade conseguimos subir alguns degraus de evolução.

Tenho você como exemplo de vida, ao lembrar de seu jeito sempre alegre quando recebia visitas em sua casa, à mesa farta de boa comida e a especial simpatia de um ancião que se desdobrava em contar aqueles “causos” de antigamente, sempre recheados de boa lição e humor.

A saudade faz-me lembrar de nossas festas juninas, das grandes fogueiras de Santo Antonio, São João e São Pedro! Lembro-me dos hinários cantados com muito amor; da caiçuma e dos chás de ervas cidreiras e capim santo servidos naquelas frias noites de junho. Aquelas noites eram tão frias, que só conseguíamos nos aquecer por meio do bailado ou perto da fogueira do santo.

Quantos bons momentos dentro da nossa escola espiritual e como foi bom ter você por perto, naqueles tempos, me ensinando lições de amor e sabedoria! Porém, meu caminho trocou, mudou, transformou! Tinha que continuar a aprender e me preparar; e foi o meu coração que me levou a continuar a jornada em outra morada!

Sei que foi triste para você perceber minha partida, mas sei também que compreendeste os desígnios existentes em nossas vidas e por fim entendeste que eu tinha que seguir.

Comigo tenho gravado, bem vivo na memória, sua frase predileta: “Hei de Vencer”! Desta frase, minha reflexão: quando estamos conectados as forças divinas, somos conduzidos pelo coração... Na caminhada, algumas pedras, mas o amor que nos move é maior do que qualquer obstáculo temporário; com perseverança no caminhar e a força da oração os obstáculos se diluem!

E neste sentido vou seguindo o meu caminho...



Saudades...



De quem muito te ama...

2 comentários:

Nice Marcos disse...

Oie..
Passa no meu blog.. tem um Selinho lah pra ti.
Beijo

linda disse...

oie!!!!!!!!!!!!!!!sua mensagem foi linda bjssssssssss