quinta-feira, 10 de abril de 2008

DUETO - PÁSSARO / Com a poetisa Denise Severgnini




PASSARO - Mira Margarido


Sou pássaro que voa alto
Nas nuvens vivo a brincar
Passeio por entre as matas
Meu canto faz acordar!

Das matas eu vou às nuvens
Das nuvens desço ao mar
Do mar sigo minha lida
No encanto de meu cantar!

Na aurora de um novo dia
Eu canto para encantar
Festejo o raiar do sol
Cantando vivo a voar!

Meu vôo é liberdade
Meu canto é harmonia
Minha lida é viajar
Nas árvores vou descansar!

De longe venho voando
A pousar em algum lugar
No encanto de meu cantar
Vivo a vida a encantar!


*







PÁSSARO - Denise Severgnini

Sou livre pássaro
Asas ao vento
Sem sofrimento
Nem julgamento

Sou Pássaro brincalhão
No azul dos dias
Ou no breu da noite
Onde o vento faz açoite

Sou pássaro manhoso
Vôo àquela porta
Uma mão bondosa
Tem migalha saborosa

Sou pássaro mutante
Ora surdo, ora mudo
Depende da ocasião
Libero minha opinião

Sou pássaro encantado
Transmutado em cores mil
Ora sou prosa, ora verso
Compreendo este universo

*

4 comentários:

Fenrisar disse...

See Please Here

Anônimo disse...

Mira, antes de comentar, já raptei a imagem para minha coleção.Que dizer sem ser repetitiva?Adorei este pome e gostei do resultado do dueto.bjs Denise

Mira Margarido disse...

Em cada palavra escrita, em cada verso e rima há uma reciprocidade de sentimentos incontestável. Beijos. Mira.

lurdinha disse...
Este comentário foi removido pelo autor.