terça-feira, 25 de dezembro de 2007

DIÁLOGO POÉTICO


Um Presente de Natal – Você e Eu

Você - É Natal! A lua está cheia, estrelas brilham no céu, os galos estão a cantar, os pássaros a acordar e eu não consigo dormir!

Eu - É Natal! A lua irradia toda sua beleza, os galos cantam anunciando um novo dia, os pássaros gorjeiam com alegria, são quem me fazem companhia!

Você - Mas o que sinto e posso lembrar é de um lindo beija-flor, que um dia veio me abraçar! Senti naquela hora, naquele lugar a plena felicidade! Agora lembrando... Gostaria de ter podido com ele para sempre ficar!

Eu – Mas o que sinto agora, lembranças de minha memória... De um lindo beija-flor que veio me visitar! A plena felicidade eu senti naquela hora, naquele humilde lugar! Agora lembrando... Gostaria de ter podido com ele voar!

Você - Acredito ser Deus, só Ele pode confortar, com seu amor comprovando sua presença, através de um pássaro, em certos instantes, que me deixou com grande saudade, mas sei que nele posso confiar! Saiu de repente voando, não sei se um dia com ele vou me encontrar!

Eu – Acredito ser Deus, só Ele pode enviar, com seu infinito amor, a sua presença divina através de um pássaro a voar! Deixou-me com grande alegria, sei que nele posso confiar! Saiu de repente voando, não sei se um dia com ele irei voar!

Você – Agora estou sozinha, mas aquele pequeno instante eu sei que devo guardar!

Eu – Agora estou solitária, como naquele dia estava, mas aquele momento único eu guardo em meu coração!

Você – Só um pouco... Não posso deixar de lhe ofertar, dividir e compartilhar esta rosa preciosa a uma amiga que hoje estar a chorar, que guarda junto comigo, sei que posso confiar!

Eu – Um momento... Não posso deixar que se vá, quero com você dividir, compartilhar e também saber somar, esta rosa predileta que mandaram te entregar! Podes estas sofrendo ou de alegria chorando, guarda junto comigo é Deus quem está mandando!

Um comentário:

Magna disse...

Mira, eu também quero ser parte disto! prometo sempre buscar nesta poetisa aperfeiçoar meus secretos ideais. Beijos. Magna